OUTROS DESTAQUES
Liminar suspende acordo em Ribeirão Preto
quarta-feira, 08 de julho de 1998 , 23h55 | POR REDAÇÃO

O juiz da 3a Vara Cível de Ribeirão Preto, Cláudio César de Paula, concedeu terça-feira, dia 7, uma liminar ao promotor de Justiça dos Direitos Constitucionais do Cidadão, Carlos Cezar Barbosa, suspendendo os efeitos do acordo firmado entre a Prefeitura de Ribeirão Preto, pelo antigo prefeito Antonio Palocci Filho, e os fundos de pensão do Banco do Brasil (Previ), Telebrás (Sistel) e Embratel (Telos). A petição foi protocolada pelo promotor, em nome do Ministério Público do Estado de São Paulo, devido às denúncias de irregularidades no acordo entre as partes citadas para venda de ações da Ceterp – Centrais Telefônicas de Ribeirão Preto. O promotor argumentou que tais acordos estão causando "iminente risco de prejuízos financeiros irreparáveis para o município".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top