OUTROS DESTAQUES
Receita anual do pré-pago é igual à mensal do pós-pago
quarta-feira, 19 de dezembro de 2001 , 19h36 | POR REDAÇÃO

De acordo com dados da Acel, a média mensal de gastos dos usuários de telefones pré-pagos é de R$ 5,00 mensais. Descontados os valores pagos pelo Fistel (R$14,00 anuais) as empresas auferem uma receita bruta em torno de R$ 50,00 por ano. Mesmo considerando estes valores muito baixos, Luiz Garcia lembra que as empresas não obteriam estas receitas se o pré-pago não existisse. Segundo Antônio dos Santos, a base de pós-pago estacionou neste ano: "Só o pré-pago cresce". O diretor da Acel considera que 2002 será um ano de estabilização do setor: "no final do ano passado havia uma euforia desmedida. Depois entramos em depressão. Agora as coisas estão mais estáveis e acredito que o próximo ano será o ano da estabilidade".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top