OUTROS DESTAQUES
Telemar quer terceirizar rede de telefonia móvel para fundos de pensão
segunda-feira, 19 de novembro de 2001 , 20h29 | POR REDAÇÃO

Mal fechou os contratos com os fornecedores para a construção de sua rede de telefonia móvel, a Telemar Celular já pensa em vendê-la. "Uma empresa de telecomunicações não deveria gastar tanto tempo e dinheiro com infra-estrutura, mas, sim, com seus serviços. Quem lucra com a venda de torres e ERBs são os fornecedores, que acabam vendendo várias vezes o mesmo produto", explicou o presidente da Telemar Celular, Luiz Eduardo Falco, durante almoço realizado pela Associação Brasileira de Telecomunicações nesta segunda, 19. Na opinião de Falco, os maiores interessados em comprar a rede de telefonia celular da Telemar serão os fundos de pensão. No seu entender, trata-se de um negócio atraente para as fundações, pois garante uma renda mensal bastante razoável durante um longo período. "Estamos preparando um business case e vamos apresentar aos fundos em breve", disse.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top