OUTROS DESTAQUES
Fornecedores
Hitachi compra a Linear Equipamentos e assume o controle no início de outubro
segunda-feira, 19 de setembro de 2011 , 15h07 | POR FERNANDO LAUTERJUNG

A Hitachi assumirá o comando da Linear Equipamentos, empresa brasileira de transmissores e receptores de TV, no dia 3 de outubro. Segundo Carlos Fructuoso, diretor de marketing e um dos sócios da fabricante nacional de equipamentos, pela negociação a fabricante japonesa comprará a totalidade da Linear. Segundo o executivo, que não revelou o valor da transação, a chegada da Hitachi tem efeitos importantes na operação da empresa brasileira. Em primeiro lugar, a Linear passa a ter mais "fôlego" para oferecer financiamentos aos clientes. Vale lembrar que, com a digitalização da TV, o mercado de transmissores está bastante disputado no Brasil. Dois grandes fabricantes estrangeiros, a Harris e a Screen Service, já fincaram os pés no País, com plantas produtivas locais.

Outro ponto importante é que a atuação internacional da Linear também deve receber investimentos. "Alguns dos nossos produtos devem ser exportados, inclusive para o Japão, porque são complementares à linha da Hitachi", explica Fructuoso. "Inclusive já pediram o desenvolvimento de equipamentos no Brasil especificamente para o mercado internacional", completa.

Ampliação

Por fim, a Linear deve passar a produzir no Brasil equipamentos da Hitachi, ampliando sua área de atuação. Fructuoso cita a linha de câmeras profissionais, rádios microondas para contribuição e encoders de baixa latência. Recentemente a Linear adquiriu um segundo prédio, 50% maior que sua planta original, em Santa Rita do Sapucaí (MG). "Certamente teremos que usar as duas plantas", diz Fructuoso. A expectativa é que fábrica passe a produzir equipamentos não apenas da área de broadcast. "Ainda não está definido o que virá para o País. A Hitachi atua, por exemplo, na produção de equipamentos das centrais de controle de trens", complementa o executivo.

A Hitachi deve, gradualmente, passar a usar a sua marca nos produtos brasileiros. A marca Linear, no entanto, deve ser mantida nas linhas de produtos de transmissão.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top