OUTROS DESTAQUES
ESTRATÉGIA
Algar cria unidade de negócios para investir em projetos inovadores e soluções disruptivas
terça-feira, 19 de julho de 2016 , 17h46

Com o intuito de identificar empreendedores, parceiros inovadores e soluções disruptivas para investimentos, o grupo Algar anunciou nesta terça feira, 19, a criação da unidade de negócios Algar Ventures, procurando se antecipar às tendências de mercado. Para isso, a empresa pretende destinar 5% do faturamento líquido, que no ano passado registrou R$ 200 milhões, para os projetos. A expectativa é que o retorno sobre o investimento (ROI) seja de 30% sobre o aporte depois do sexto ano de funcionamento.

Segundo Clau Sganzerla, ex-executivo da Accenture, contratado como vice-presidente de Estratégia e Inovação do Grupo Algar, numa primeira fase a ideia é trabalhar em parceria com fundos de venture capital, incubadoras e aceleradoras, cujos nomes serão anunciados na próxima semana, pois estão na fase final de assinatura de contratos.

Mas a ideia é participar ativamente do "ecossistema" de inovação, que inclui também rede de startups, faculdades e espaços de coworking.  Ela já conta com um espaço de inovação na sede da empresa em Uberlândia, deverá abrir um em São Paulo, mas a seleção vai privilegiar empresas que já tenham uma proposta de valor estabelecida.

"A ideia é antecipar tendências no mercado e, consequentemente, alavancar vantagens competitivas do Grupo. Desenvolvendo este relacionamento também poderemos complementar o nosso portfólio, mas o objetivo não é procurar soluções para uso próprio", esclarece.

Depois dessa primeira etapa de atuação por meio de parcerias e acordos com incubadoras, aceleradoras e outros agentes de inovação em todo o Brasil, a Algar vai operar com o modelo Corporate Venture Capital, realizando investimentos diretos ou por participação em fundos. A intenção é priorizar o conceito de open innovation e parcerias com setores como cidades inovadoras, agronegócio, indústria do futuro, energia, educação do futuro, wearables, sociedade da informação, alimentos, transporte e logística, pequenas empresas, turismo e viagem, plataformas científicas e tecnológicas.

A unidade será dirigida por três profissionais, que contará com apoio de 10 executivos das diferentes áreas de negócios do grupo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top