OUTROS DESTAQUES
REGULAMENTAÇÃO
Anatel quer ver empresas competindo por qualidade, e não só por preço
segunda-feira, 19 de março de 2018 , 22h07

O desafio da Anatel é mudar a visão de que a competição no Brasil se dá, em grande parte, pelo preço da prestação do serviço. A afirmação é da superintendente  de relações com os consumidores da agência, Elisa Vieira Leonel, durante sessão "transparência e o novo modelo de qualidade" do workshop "Novo modelo dos serviços de telecomunicações", promovido pela Anatel nesta segunda-feira, 19.

O caminho para isso, na visão da superintendente, é divulgar o desempenho das prestadoras, tanto na pesquisa de satisfação do usuário, quanto nos novos índices do Regulamento de Qualidade dos Serviços de Telecomunicações, que está em Consulta Pública até o dia 8 de abril. O objetivo é fazer com que os resultados sirvam de base para o usuário escolher a sua operadora.

Ela destacou que, atualmente, a Anatel tem o portal e mídias sociais como ferramentas de divulgação do desempenho das prestadoras dos serviços de telecomunicações. A superintendente também comentou que no ano de 2017, a agência recebeu 3,4 milhões de reclamações dos serviços de telecomunicações e enfatizou que, para as prestadoras, o grande desafio é melhorar os índices de atendimento e também resolução dos problemas.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top