OUTROS DESTAQUES
Para espelho, portabilidade facilita churn
terça-feira, 18 de dezembro de 2001 , 20h40 | POR REDAÇÃO

A Intelig, Vésper e GVT são amplamente favoráveis à implantação da portabilidade numérica. Para o diretor da unidade de negócios com o mercado corporativo da Intelig, Mauro Teixeira, quase nenhuma empresa troca de operadora porque há um alto custo envolvido em marketing, número impresso em embalagens e o valor intrínseco do 0800 para a empresa. "O número telefônico é um bem do cliente, não da concessionária", argumenta o vice-presidente para o mercado residencial da Vésper, Wilson Cappellete. As celulares, por sua vez, reclamam que o serviço envolve um investimento muito alto para retorno incerto. "A agência tem que se preocupar com a saúde financeira das empresas e o ambiente competitivo", afirma o presidente da TCO, Mario Casar Pereira de Araujo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top