OUTROS DESTAQUES
Fusão
Abert confia que Anatel e Ancine colocarão "restrições expressas" à fusão AT&T/Time Warner
quarta-feira, 18 de outubro de 2017 , 20h13

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) emitiu comunicado nesta terça, 18, comentando a decisão do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) de aprovar com restrições a aquisição da Time Warner pela AT&T. A entidade ressaltou que a decisão não levou em conta a Lei 12.485/2911 (Lei do SeAC), dando às agências reguladoras Anatel e Ancine a manifestação em conformidade com a legislação. No comunicado, ressaltou que, se o viés regulatório fosse considerado pelo Cade, "o ato de concentração deveria ser reprovado". A Abert entende que, "finalizado o exame pelo Cade, a Anatel e a Ancine retomarão a análise da operação sob o viés regulatório e confia que as agências reguladoras aplicarão ao caso as restrições expressas na Lei do SeAC, especialmente o seu artigo 5º, que impede a verticalização da cadeia de valor entre quem produz e distribui o conteúdo audiovisual".

 

COMENTÁRIOS

1 Comentário

  1. Vilson Vieira Junior disse:

    Não entendi… A Abert (leia-se Globo) preocupada com verticalização e concentração de mercado? A hipocrisia da entidade que representa os interesses da Globo chega a ser chocante! Devemos lembrar à Abert que a dita emissora adota duas práticas extremamente danosas ao mercado de comunicações: a propriedade cruzada, horizontal e vertical.

    Se para os segmento pago de TV a fusão entre AT&T e Time Warner é prejudicial, as práticas que a Globo adota também o são. Talvez com consequências ainda mais graves, tanto para o mercado quanto para a sociedade.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top