OUTROS DESTAQUES
Contratos de concessão
Anatel exige lojas em todos os municípios
quarta-feira, 18 de junho de 2003 , 15h35 | POR REDAÇÃO

Nas mudanças propostas para o Plano Geral de Metas de Qualidade, o superintendente de serviços públicos, Marcos Bafutto, sugeriu a divisão dos índices relativos ao tempo de atendimento. Haverá um para os atendimentos por URA e outro para os atendimentos feitos por telefonistas. O prazo de reparo dos TUPs instalados em regiões remotas passou para cinco dias em 92% dos casos e em 10 dias em 100% dos casos. As concessionárias serão obrigadas a manter pelo menos uma loja em cada município. Para as cidades maiores, a obrigação passa a ser de uma loja para cada 200 mil assinantes, sendo que uma loja não pode estar a mais de 30 km de distância de outra nas grandes cidades.
Também ficou determinado que quando começarem a funcionar os postos de serviços de telecomunicações eles serão obrigados a manter atendimento pessoal.
Além disso, será aceita a digitalização de 99,5% da rede. Segundo Marcos Bafutto, a concessão foi feita para evitar que sejam sucateadas as atuais instalações analógicas. Mas ele alerta que ninguém poderá usar o argumento de que a rede é analógica para não oferecer as facilidades previstas para todos os usuários digitais.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
[events_list country="pt-br" date_format="F" limit="1" category="18346"]
#_EVENTEXCERPT
#j de #F #@_{ \a j \d\e F }
#_LOCATIONNAME, #_LOCATIONSTATE, #_LOCATIONCOUNTRY
[/events_list]
Top