OUTROS DESTAQUES
Números da Telefônica são contraditórios
quinta-feira, 18 de março de 1999 , 21h06 | POR REDAÇÃO

O número de funcionários declarados pela Telefônica à Anatel não batem com o número que o presidente da operadora, Fernando Xavier, havia divulgado anteriormente em outras ocasiões. Uma possível explicação para o fenômeno pode ser a inclusão de funcionários terceirizados nas contas enviadas à agência. Segundo estes, o número de empregados cresceu de 22.088 em julho do ano passado para 29.873 em fevereiro de 99. Fernando Xavier falava de um decréscimo de 22 para 18 mil nos funcionários da empresa e na criação de 3 mil empregos nas terceirizadas. De qualquer forma, as áreas que mais cresceram segundo os dados da Anatel foram a rede externa (dobrou passando de 5 para 10 mil empregados) e o atendimento pelo telefone. Nos call center havia 4 mil empregados em julho, 6 mil em dezembro e 5,2 mil em fevereiro.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top