OUTROS DESTAQUES
Menos editais e mais outorgas de satélites
segunda-feira, 17 de maio de 1999 , 19h45 | POR REDAÇÃO

Sávio Pinheiro lembrou que os Estados Unidos têm, há 27 anos, uma política de ocupação do espaço orbital sem fazer licitação. São feitos chamamentos públicos e quem quiser ocupa. "Por que o Brasil não faz o mesmo, de forma mais agressiva?" O Conselho Consultivo está convencido de que a política de satélites tem que ser mais efetiva e pediu a Anatel que se adiante no processo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top