OUTROS DESTAQUES
Balança comercial
Déficit do setor eletroeletrônico soma US$ 2,8 bilhões em janeiro e fevereiro
quinta-feira, 17 de março de 2016 , 17h22

A balança comercial de produtos elétricos e eletrônicos recuou 48% no primeiro bimestre do ano no comparativo com os dois primeiros meses de 2015, de acordo com informações da associação brasileira da indústria elétrica e eletrônica (Abinee) divulgadas nesta quinta, 17. O déficit no acumulado de janeiro e fevereiro atingiu US$ 2,8 bilhões, contra US$ 5,4 bilhões no ano anterior. Segundo a Abinee, a queda reflete o desempenho das importações, que recuaram 42% e ficaram em US$ 3,6 bilhões no período. A redução atingiu todas as áreas, com destaque para a retração de 44% dos componentes elétricos e eletrônicos, que representa 57% das importações do setor.

Já as exportações cresceram 1,6%, somando US$ 820 milhões no primeiro bimestre de 2016. Na avaliação do presidente da entidade, Humberto Barbato, em comunicado, a queda é indicativo da "brusca redução da produção industrial e da retração do mercado interno". Ele cita ainda que a recente variação do câmbio ainda não foi sentida de forma significativa pela indústria.

As exportações do setor de telecomunicações recuaram 22% em fevereiro, totalizando US$ 13,8 milhões. No acumulado do primeiro bimestre, a queda foi de 33%, com a soma de US$ 24,6 milhões no período. Por outro lado, as importações também diminuíram: 27% em fevereiro, total de US$ 133 milhões, e 40% no bimestre, totalizando US$ 254,2 milhões.

Já o setor de informática subiu 23% nas exportações no segundo mês de 2016, quando registrou US$ 29 milhões. Considerando o bimestre, o aumento foi de 28%, com um total de US$ 50,4 milhões. As importações caíram no período: 43% (US$ 83,9 milhões) no mês e 44% (US$ 178,9 milhões) no acumulado dos dois meses.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top