OUTROS DESTAQUES
Preço será equivalente ao de países ricos
quarta-feira, 17 de março de 1999 , 21h59 | POR REDAÇÃO

Paulo Borges, diretor da Barra Mar, explica que o preço a ser cobrado dos operadores será uma média entre os valores praticados nos EUA, no Canada e na Inglaterra. Segundo Borges, o caráter de exclusividade com o qual a empresa explora o direito de construir estas redes "se deve ao fato de a concessionária das estradas não conseguirem administrar a grande demanda pelas redes. Como todos querem construir, as estradas poderiam virar permanentes canteiros de obras". Para se ter uma idéia da dimensão da rede da Barra Mar, ela conta com 3 mil km só em São Paulo e cobrirá, ao todo, uma área com uma população direta de 45 milhões de habitantes.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top