OUTROS DESTAQUES
Internacional
EUA voltam a proibir importação de equipamentos da ZTE
segunda-feira, 16 de Abril de 2018 , 18h28

O departamento de comércio dos Estados Unidos reinstituiu a decisão de levantar embargo à venda de equipamentos da ZTE naquele país alegando que a companhia chinesa voltou a mentir para o governo. Na decisão do secretário de comércio do governo norte-americano Wilbur L. Ross Jr nesta segunda-feira, 16, a ZTE teria mentido sobre a punição dos executivos envolvidos no escândalo do fornecimento de equipamentos de telecomunicações para Irã e Coreia do Norte. O caso ocorreu em março de 2017 após ação civil e criminal e que resultou no confisco de US$ 1,19 bilhão da empresa na época. O bloqueio pode durar até o dia 13 de março de 2025.

Ross afirma que todos os executivos da chinesa envolvidos, menos um, receberam seus bônus referentes a 2016 apesar das promessas que a companhia não iria fazer o repasse. Declara também que advertências formais por escrito não foram emitidas até março de 2018, um mês após o departamento de comércio ter dado nova ordem. A ZTE teria confessado o comportamento, mas teria dito também que estaria tomando as ações corretivas (incluindo os cortes dos bônus), além de executar uma investigação interna.

O secretário de comércio afirma que a ZTE fez "declarações falsas, e também obstruiu a justiça, incluindo por meio de impedimento de divulgação, enganando o governo dos EUA". Além do bloqueio de US$ 1,19 bilhão, a fabricante chinesa teria concordado em um embargo de privilégios de exportação por sete anos caso qualquer aspecto do acordo não fosse atendido ou se a companhia cometesse violações adicionais do regulamento da administração de exportações (EAR, na sigla em inglês).

"A ZTE fez declarações falsas ao governo dos EUA quando foram originalmente flagrados e colocados na Lista de Entidades; fez declarações falsas durante a moratória que estava recebendo; e fez declarações falsas durante a provação", declarou Ross em comunicado. "A ZTE enganou o departamento de comércio. Em vez de punir a equipe da ZTE e a gerência executiva, a ZTE os recompensou. Este comportamento escandaloso não pode ser ignorado", completou.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor de telecomunicações, discutirá em 2018 os rumos da indústria depois do ciclo de sucesso completado com os 20 anos da privatização do sistema estatal de telecomunicações. A realidade da Internet das Coisas, a chegada da tecnologia de 5G, a necessidade um ambiente mais flexível e dinâmico para os investimentos essenciais a esta nossa etapa e um modelo preparado para o futuro são alguns dos desafios em debate, com presença dos presidentes das principais empresas prestadoras de serviços e provedoras de tecnologias, além de autoridades, reguladores e especialistas.
Em sua edição de número 62, o Painel TELEBRASIL 2018 ganha um dia a mais de debates, com mais espaço e oportunidades para a troca de informações, relacionamento e atualização, tanto para profissionais da indústria quanto para reguladores e formuladores de políticas, que têm acesso gratuito ao evento (mediante inscrição prévia). É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas neste novo ciclo.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
EVENTOS

Evento oficial da Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações, o Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor. É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top