OUTROS DESTAQUES
Pontos relevantes II
sexta-feira, 16 de abril de 1999 , 18h24 | POR REDAÇÃO

Qualquer pedido de compartilhamento de infra-estrutura deve ser respondido em no máximo 90 dias, por escrito. Em caso de resposta negativa, é necessário que se apresente as razões, que poderão ser de limitações na capacidade, segurança, estabilidade, confiabilidade, violação de requisitos de engenharia ou outros, a serem estabelecidos pelo governo. Pode haver estudos conjuntos para analisar a viabilidade do compartilhamento. Se houver impasse, pode ser pedida a arbitragem da agência referente ao cedente da infra-estrutura (no caso dos postes das elétricas, a Aneel). A comissão de arbitragem será composta por duas pessoas da agência referente ao cedente da estrutura, duas da agência do requerente e uma indicada pelas agências envolvidas.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top