OUTROS DESTAQUES
Negociações não podem prejudicar a competição
sexta-feira, 16 de abril de 1999 , 18h24 | POR REDAÇÃO

Nas negociações entre as partes envolvidas para o compartilhamento da infra-estrutura, não pode haver práticas de subsídio ou redução artificial de preços, uso de informações obtidas de concorrentes, omissão de informações técnicas e comerciais relevantes na negociação, condições abusivas, coação e condições que não otimizem o uso da infra-estrutura. Caso as agências considerem que os contratos prejudiquem a livre competição, elas podem negar a homologação dos contratos. Nestes contrato, é necessário que estejam discriminadas forma de compartilhamento, direitos, garantias, preços, condições de pagamento, dados técnicos, multas, prazos e condições de rescisão.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top