OUTROS DESTAQUES
CRISE DA OI
Bridge, de Nelson Tanure, estende prazo para que Oi convoque assembleia
sexta-feira, 15 de julho de 2016 , 12h37

O Société Mondiale Fundo de Investimento em Ações ampliou para até o dia 22 deste mês o prazo para que a Oi convoque uma Assembleia Geral Extraordinária da companhia que, pelo requerimento anterior, devia ser convocada até o dia 14, ou seja, na quinta-feira. O fundo é gerido pela administradora de recursos Bridge, do empresário brasileiro Nelson Tanure, ao lado do fundo de pensão canadense Ontario Teachers e do fundo norte-americano Discovery Capital, que defendem a troca dos representantes indicados pela portuguesa Pharol no Conselho de Administração da concessionária.

O argumento é de que a empresa portuguesa, que detém 27,5% da Oi, foi protagonista de tentativa de fusão fracassada com a concessionária brasileira, trazendo prejuízos para a companhia.

A Bridge tem apenas cerca de 6% da Oi, mas pela lei das S.A. tem poder para exigir a convocação de assembleia. Já a mudança de membros do Conselho de Administração terá que passar por aprovação da Anatel, de acordo com decisão desta quinta-feira da Justiça do Rio de Janeiro. E ainda dependerá de alteração no estatuto social da empresa.

Caso não seja atendida pela Oi, a administradora de recursos se reserva o direito de convocar diretamente a assembleia, como faculta a lei.

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top