OUTROS DESTAQUES
Balanço Financeiro
Netflix faturou US$ 1,64 bilhão no segundo trimestre
quarta-feira, 15 de julho de 2015 , 19h36 | POR FERNANDO LAUTERJUNG

A Netflix divulgou nesta quarta, 15, seu balanço referente ao segundo trimestre do ano. A empresa conquistou 3,3 milhões de novos assinantes no período, quase o dobro dos 1,7 milhões adicionados no mesmo trimestre do ano passado e muito acima da previsão feita no balanço anterior – 2,5 milhões. Dos novos assinantes, 2,4 milhões são do mercado internacional. Com isso, a base do serviço global ficou em 65,55 milhões de clientes, dos quais 62,71 milhões são pagantes. Só na operação internacional são 23,25 milhões.

A receita no trimestre, incluindo o negócio de alugueis de DVDs nos EUA foi de US$ 1,64 bilhão, contra US$ 1,34 bilhão no mesmo período do ano anterior. A operação internacional foi responsável por US$ 455 milhões da receita total (crescimento de 48% em um ano) e por um prejuízo de US$ 92 milhões, contra US$ 15 milhões no mesmo trimestre de 2014. Segundo a empresa, o prejuízo na operação internacional deve seguir aumentando, por conta dos custos de lançamento em novos mercados.

Em carta aos investidores, a empresa aponta a meta de operar em break-even globalmente ao longo de 2016 e apresentar lucro a partir de 2017.

Conteúdo

Sobre conteúdo, a empresa celebra os recentes lançamentos, como "Daredevil", "Grace and Frankie", "Sense8" etc. O dado importante é que os investimentos futuros devem ir além de séries, documentários e shows de stand-up, mas também em filmes originais. A expectativa é gastar US$ 5 bilhões em 2016, incluindo os custos de produção e lançamento.

Segundo a Netflix, aproximadamente 90% dos assinantes acompanham os conteúdos originais da empresa.

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top