OUTROS DESTAQUES
Nova Oi
Oi volta a apresentar redução de caixa em dezembro
quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018 , 21h39

A Oi voltou a registrar geração de caixa operacional líquida negativa em dezembro: R$ 34 milhões, menor do que a quantia de novembro, que foi de R$ 454 milhões. Pela demonstração dos dados parciais da companhia divulgados pelo administrador judicial, o Escritório Arnoldo Wald, nesta quinta-feira, 15, esse resultado foi fruto da alta de R$ 27 milhões em recebimentos, atingindo R$ 2,716 bilhões, enquanto as saídas diminuíram R$ 393 milhões e totalizaram R$ 2,750 bilhões.

Como as demais movimentações, que incluem operações financeiras, contribuíram com entrada de R$ 38 milhões (contra resultado positivo de R$ 7 milhões em novembro), a variação do saldo final de caixa financeiro foi positivo em R$ 4 milhões em dezembro (aumento de 0,1%), totalizando R$ 6,881 bilhões. A empresa diz que o aumento é fruto de efeito do Come Cotas de Imposto de Renda dos fundos de investimentos em novembro, operação que ocorre a cada semestre (maio e novembro).

Em mediação, a Oi registrou retração de R$ 93 milhões em dezembro, totalizando o pagamento de R$ 46 milhões, contra o valor de R$ 139 milhões em novembro. A companhia afirma que a variação é reflexo da paralisação do programa de pagamentos aos credores com dívidas de até R$ 50 mil em função da realização da assembleia geral de credores no dia 19 de dezembro. Houve redução em tributos também: R$ 19 milhões, totalizando R$ 633 milhões. A justificativa é o aumento da compensação de créditos fiscais de ICMS.

A companhia precisou pagar R$ 244 milhões em depósitos judiciais no mês, resultado do bloqueio judicial de R$ 231 milhões devidos à Globenet (antiga subsidiária de cabos submarinos, atualmente sob controle do BTG Pactual). A Oi discorda desse valor, chamando-o de "controverso".

Por outro lado, os investimentos da Oi recuaram 51% no mês e totalizaram R$ 190 milhões. Em novembro, a companhia investiu R$ 391 milhões. Ao longo do ano, o grupo investiu R$ 4,249 bilhões.

COMENTÁRIOS

1 Comentário

  1. Erick disse:

    Oi precisa investir para voltar a ser forte… Acionistas precisam de se entender.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

As publicações TI Inside, especializada no universo das Tecnologias a Informação, e TELETIME, foçada no mercado de telecomunicações, juntam forças para trazer um evento voltado para o universo da transformação digital e a exploração da nova fronteira dentro das empresas de telecom: a análise de dados gerados a partir das redes, o desenvolvimento de novos serviços inteligentes e as novas plataformas de relacionamento. Um evento voltado para empresas de telecomunicações e provedores de serviços e soluções de cloud, big data aplicado a telecom, analytics, customer experience, SDN e NFV

19 de setembro
Hotel Pulmann, SP, Brasil
EVENTOS

As publicações TI Inside, especializada no universo das Tecnologias a Informação, e TELETIME, foçada no mercado de telecomunicações, juntam forças para trazer um evento voltado para o universo da transformação digital e a exploração da nova fronteira dentro das empresas de telecom: a análise de dados gerados a partir das redes, o desenvolvimento de novos serviços inteligentes e as novas plataformas de relacionamento. Um evento voltado para empresas de telecomunicações e provedores de serviços e soluções de cloud, big data aplicado a telecom, analytics, customer experience, SDN e NFV

19 de setembro
Hotel Pulmann, SP, Brasil
Top