OUTROS DESTAQUES
Fornecedores
Lucent quer crescer em serviços
quinta-feira, 15 de Janeiro de 2004 , 17h47 | POR REDAÇÃO

A Lucent espera aumentar este ano a participação dos serviços na receita mundial da companhia. Hoje, essa área responde por 22% do faturamento total. ?É possível que em dois anos nossas receitas oriundas de serviços e de produtos se igualem?, prevê o presidente mundial de serviços da Lucent, John Meyer, que está em visita ao Brasil esta semana.
No portfolio da Lucent, o serviço de recuperação de receita é considerado pelo executivo um dos que tem maior potencial de crescimento. ?Conseguimos recuperar entre 5% e 9% de receita perdida pelas operadoras?, afirma. Em alguns casos a empresa assina contratos de risco, segundo os quais seu pagamento provém de uma participação na receita que ela consegue recuperar para o cliente.
Outro serviço que promete crescer em 2004 é a otimização do uso de banda, lançado há apenas quatro meses e que por enquanto está disponível apenas para operadoras celulares com tecnologia CDMA. ?Estamos desenvolvendo uma solução para GSM também?, ressalta Meyer. Ele relata que o serviço proporciona uma economia média de 14% a 18% de banda.
No Brasil, entre as principais contas da Lucent estão o gerenciamento e a manutenção de cerca de um terço da rede da Brasil Telecom e de parte da rede da Pegasus. No mundo, um dos maiores contratos da área de serviços da empresa é com a Telecom New Zealand, que entregou à Lucent a operação de toda a sua rede.

450 MHz

Dentro de um mês a Lucent deve iniciar um teste com 450 MHz no Brasil. A companhia quer que a freqüência seja utilizada para a oferta de banda larga em áreas rurais, pois permite uma cobertura ampla com poucas ERBs. Já existem alguns casos bem sucedidos de uso dessa freqüência na Rússia e em outros países do leste europeu.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor de telecomunicações, discutirá em 2018 os rumos da indústria depois do ciclo de sucesso completado com os 20 anos da privatização do sistema estatal de telecomunicações. A realidade da Internet das Coisas, a chegada da tecnologia de 5G, a necessidade um ambiente mais flexível e dinâmico para os investimentos essenciais a esta nossa etapa e um modelo preparado para o futuro são alguns dos desafios em debate, com presença dos presidentes das principais empresas prestadoras de serviços e provedoras de tecnologias, além de autoridades, reguladores e especialistas.
Em sua edição de número 62, o Painel TELEBRASIL 2018 ganha um dia a mais de debates, com mais espaço e oportunidades para a troca de informações, relacionamento e atualização, tanto para profissionais da indústria quanto para reguladores e formuladores de políticas, que têm acesso gratuito ao evento (mediante inscrição prévia). É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas neste novo ciclo.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
EVENTOS

Evento oficial da Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações, o Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor. É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top