OUTROS DESTAQUES
Como é a tarifação no mundo
sexta-feira, 14 de janeiro de 2000 , 18h05 | POR REDAÇÃO

A Telefônica Celular considera que a alteração do tempo de tarifação deve se dar por força do mercado e não por força da regulação. Para exemplificar, a empresa apresenta como é feita a tarifação em algumas empresas estrangeiras. Nos Estados Unidos, a questão não é regulamentada e se cobra por minuto, sendo que algumas operadoras chegam a cobrar a partir do momento em que a tecla "send" é acionada. Na Argentina, a questão também não é regulamentada. A Movicom e CTI cobram por minuto, e a Personal Comunication e a Unifon cobram a cada 10 segundos. No México e na Venezuela, cobra-se por minuto. Na França, a SFR cobra por segundo de conversação, mas após o primeiro minuto. A France Telecom cobra a cada 20 segundos, também após o primeiro minuto. E a Bouygues Telecom cobra por 30 segundos. Na Suíça, a Europolitan cobra por segundos e a Telia, por 30 segundos. A Telefônica na Espanha cobra por minuto, mais a taxa de ligação (estabelecimento da chamada). Na Itália, a TIM cobra por minuto ou por segundo, conforme o plano, mais um taxa pelo estabelecimento da chamada. A Omnitel, também na Itália, cobra por minuto.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top