OUTROS DESTAQUES
Telefônica quer fazer parte do consórcio
quinta-feira, 13 de abril de 2000 , 20h38 | POR REDAÇÃO

A Telefônica, porém, ainda não entrou no consórcio. Através de sua assessoria de imprensa, ela reconhece a importância do empreendimento e declara que quer fazer parte dele. Mas explica que uma união entre redes de três operadoras envolve complexidades técnicas e negociações demoradas. É corrente no mercado, porém, a versão de que a gigante espanhola, que atua em telefonia local no estado de São Paulo, estaria criando dificuldades na negociação. Até por ter o trunfo de estar no estado economicamente mais ativo do país. "Se não fecharmos com a Telefônica para conseguir o mercado paulista, buscaremos nos associar a algum outro provedor de backbone corporativo", explica Henrique Neves, presidente da Brasil Telecom.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top