OUTROS DESTAQUES
Nova Oi
Conselho da Oi aprova emissão de R$ 4,169 bi em debêntures
quinta-feira, 12 de julho de 2018 , 21h34

O conselho de administração da Oi aprovou em reunião nesta quinta, 12, a realização da 12ª emissão de R$ 4,169 bilhões em debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária e em série única para distribuição pública e com "esforços restritos de colocação". Conforme a ata publicada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o coordenador e distribuidor será o Banco ABC Brasil. Para efeitos legais, a data de emissão será de 5 de fevereiro de 2018, e cada debênture terá valor unitário de R$ 1 mil, o que significa que serão emitidas 4,169 milhões de debêntures.

A finalidade é a entrega de novos títulos aos credores, conforme os termos e condições do Plano de Recuperação Judicial da companhia. Ressalvadas as hipóteses de resgate antecipado das debêntures ou de vencimento antecipado das obrigações decorrentes, as debêntures vencerão em 25 de fevereiro de 2035.

As debêntures serão depositadas para distribuição no mercado primário por meio do Módulo de Distribuição de Ativos (MDA), sendo a distribuição líquida financeiramente pela B3 – Segmento Cetip UTVM, e para negociação no mercado secundário através do CETIP21 – Módulo de Títulos e Valores Mobiliários, também operacionalizados e administrados pelo B3. O preço de subscrição das debêntures será o seu valor nominal, acrescido da remuneração (juros correspondentes a 80% da variação acumulada das taxas médias diárias dos depósitos interfinanceiros de um dia, calculados de forma exponencial e cumulativa pro rata temporis por dias úteis desde a data de emissão ou a data de pagamento de remuneração anterior até a data do pagamento efetivo). A remuneração incidente tem regras e fórmula de cálculo definidas no documento enviado à CVM, assim como o percentual a sofrer amortização em cada período definido.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top