OUTROS DESTAQUES
México precisa aumentar e-commerce local
quarta-feira, 12 de abril de 2000 , 22h30 | POR REDAÇÃO

Jorge Nicolin, da Comissão Federal de Telecomunicações do México, diz que o país tem cerca de 500 mil usuários e 150 provedores de acesso. Desses, apenas 50 mil (ou 10%) praticam o e-commerce, sendo que 77% das transações são de compras entre empresas e 23% de consumidores. Nicolin registra que 25% das compras feitas via Internet são de empresas locais e os 75% restantes são de empresas americanas. Nos Estados Unidos, 90% das compras feitas pelos internautas são do próprio país. Esse desequilíbrio está levando o México à elaboração de legislação específica que abrangerá a tributação fiscal, segurança, direito do consumidor e leis específicas para empresas eletrônicas.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top