OUTROS DESTAQUES
Infraestrutura
Eletronet avança na estratégia de rede com trânsito IP e PTT
segunda-feira, 12 de março de 2018 , 15h23

A fornecedora de capacidade em backbone Eletronet anunciou nesta segunda-feira, 12, lançamento do serviço de trânsito IP nacional e internacional, o Full IP. A companhia afirma que a oferta estará presente em 18 estados, disponibilizando o tráfego em 155 pontos de presença (POPs). A intenção é de utilizar o backbone OPGW de 16 mil km próprio conectado aos principais pontos de troca de tráfego (PTTs) do País – a Eletronet cita os pontos em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Fortaleza, Campinas, Brasília e Salvador; além de conexões diretas com Londres, Frankfurt e Amsterdam na Europa, e Nova York e Miami nos Estados Unidos.

Segundo a Eletronet, o Full IP se conectará aos centros de roteamento redundantes e circuitos de backup distribuídos no Brasil e aos provedores Tier-1 no mundo por meio de cabos submarinos (a empresa compra IP da Telia, que utiliza o cabo SAC+MAC, da Telecom Italia Sparkle no circuito Fortaleza-Miami; e o tráfego IP da Congent, que utiliza o cabo Seabras-1, da Seaborn – circuito São Paulo-Nova York) de baixa latência. Conta ainda com monitoramento ativo de eventos de segurança de rede, capaz de detectar e mitigar ataques de negação de serviço (DDoS). A oferta está disponível na modalidade de porta e VLAN, com interfaces de 1 Gbps, 10 Gbps e 100 Gbps.

A empresa diz que o lançamento é parte da estratégia de evolução para os "próximos anos", incluindo "diversos investimentos" em rede. Como parte disso, a Eletronet também inaugurou nesta segunda-feira o seu PTT em Fortaleza, com capacidade inicial de 20 GB, mas com possibilidade de expansão em portas de 10 GB e 100 GB.

Confira o backbone da rede da Eletronet abaixo.

COMENTÁRIOS

1 Comentário

  1. ROSELAINE SANCHEZ BUENO disse:

    Esta nova oferta vai mudar o cenário de qualidade de IP! Full IP na rede OPGW com redundância! Muita expectativa!

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top