OUTROS DESTAQUES
Fornecedores
Huawei investe em AI para transformação digital
quarta-feira, 10 de outubro de 2018 , 15h34

A Huawei anunciou durante evento em Xangai nesta quarta-feira, 10, estratégia para plataformas destinadas à transformação digital de governos e companhias. A fornecedora tem como carro-chefe o investimento em inteligência artificial para a adaptação em diversas verticais, além de parcerias com a administração do distrito de Binhai New Area, na cidade chinesa de Tianjin, para a criação de uma smart city baseada na tecnologia; e com empresa local para smart campus.

A estratégia da divisão corporativa da Huawei se baseia na convergência da plataforma digital full-stack e aberta com uma "abordagem de ecossistema" para integração e capacidades como a própria AI, Internet das Coisas, big data, segurança e vídeo. A ideia é que parceiros desenvolvam aplicações em camadas superiores com agilidade e eficiência, focando nos negócios.

Segundo a fabricante, as capacidades da Digital Plataform apresentadas incluem ambiente multi-cloud com baixa latência e arquitetura distribuída e serviços de Internet as a Service (IaaS); solução de rede; aceleração inteligente para análise em tempo real em vídeo e smart small cells; e novo portfólio de inteligência artificial full-stack, permitindo a integração de aplicações específicas.

A parceria com a Tianjin Economic-Technological Development Area (TEDA) foi desenvolvida com a solução de smart city "1 + 4 + N", que representa a integração de solução de centro de operações inteligente por meio de processamento de dados em AI com soluções para o cidadão como Internet e IoT. Inclui reconhecimento de voz e semântica, reconhecimento de imagem (rostos, lugares, veículos e coisas), deep learning com análise integrada e análise de correlação para indústrias.

A companhia também demonstrou aplicações de smart campus com a imobiliária chinesa Vanke. A Huawei está implantando um piloto de campus totalmente digital nos próprios escritórios, e a tecnologia deverá ser distribuída em 172 países. As duas empresas também firmaram parceria para estabelecer laboratórios de inovação e exploração conjunta e investimento em "novos cenários e modelos".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top