OUTROS DESTAQUES
Atacado
Eletronet passa a oferecer trânsito IP em PTTs
segunda-feira, 10 de setembro de 2018 , 19h39

Visando suprir demanda do mercado por trânsito IP e alta disponibilidade de forma descentralizada nos pontos de troca de tráfego (PTTs, ou IXs, na sigla em inglês) nacionais, a fornecedora de capacidade e backbone Eletronet lançou nesta segunda-feira, 10, serviço de trânsito IP em PTTs, o Full IPix. A companhia espera que a plataforma possa ser oferecida para 2.300 provedores, utilizando a rede OPGW e a infraestrutura de 16 mil km da empresa no País. O serviço começa a ser oferecido esta semana em sete pontos brasileiros.

A intenção da Eletronet é atender a provedores que não conseguem abordar os 155 pontos de presença (POPs) da companhia – em março, ela lançou o Full IP, para oferecer trânsito redundante com conexões diretas a data centers Tier 1 e aos POPs da empresa. Com a nova plataforma, o serviço pode ser adquirido nos PTTs de São Paulo, Campinas (SP), Rio de Janeiro, Curitiba, Brasília, Salvador e Fortaleza. A promessa é que o Full IPix esteja disponível em 17 pontos de troca de tráfego nacionais até o final do ano..

Novos clientes que se conectarem ao Full IPix, em qualquer localidade atendida, contarão com a rede IP da Eletronet e estarão automaticamente ligados aos demais PTTs e provedores de trânsito nacionais e internacionais, segundo explica a empresa em comunicado. A contratação pode ser feita com capacidades a partir de 200 Mbps.

A companhia acredita ter com isso um "grande potencial de expansão geográfica e crescimento para novos clientes", segundo declara o gerente de produtos da companhia, Célio Mello. A Eletronet afirma estar otimista para entrar no marketplace com um modelo de negócio "acessível e flexível para este alto volume de clientes", conforme disse o diretor comercial e de marketing da Eletronet, Cássio Lehmann.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top