OUTROS DESTAQUES
NOVO MODELO
PLC 79/2016 não passará na CCT do Senado, diz Alencar
quinta-feira, 10 de Maio de 2018 , 21h15

Se depender do senador Otto Alencar (PSD-BA), o PLC 79/2016, que altera o modelo de telecomunicações, não será mais apreciado na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado. Isso, segundo ele, porque já há um entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) de que a matéria não teve nenhum problema na tramitação na Comissão Especial de Desenvolvimento Nacional, onde já havia sido aprovada, e deve seguir para votação no plenário. Otto Alencar, que é presidente da comissão e foi o relator da matéria naquela comissão, diz também que não aceita o projeto porque já recebeu diversas críticas de outros senadores ainda na época da primeira tramitação do projeto, e não pretende passar por esta situação novamente.

"Eu não recebo o projeto na comissão e tenho prerrogativa para isso. Além disso, o Supremo analisou a tramitação na época e não encontrou nenhum problema. No entanto, alguns senadores, de forma leviana, falaram que eu teria algum envolvimento com as operadoras, que têm interesse na aprovação. Tenho uma postura honrada e já naquela época rebati, de forma veemente, estas leviandades. Não vou passar por isso novamente." O senador comenta que havia recebido o projeto agora, mais por um gesto de boa vontade do que pela necessidade de analisar a proposta.

Otto Alencar revela que tomou a decisão de devolver a matéria para a Mesa Diretora ainda durante a audiência pública, realizada nesta terça-feira, 9, quando foi informado de que havia três requerimentos para que a proposta também tramitasse em outras três comissões (Assuntos Econômicos, Infraestrutura e de Constituição e Justiça). Ao perceber que os requerimentos, que foram rejeitados pelo presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), teriam viés político, decidiu cancelar a audiência e nem mesmo promover a segunda parte da reunião, que estava prevista para o próximo dia 15. "Alguns senadores querem aproveitar o tema para ganhar notoriedade neste momento pré-eleitoral. Não vai ser comigo que vão conseguir", afirmou.

Otto Alencar reconhece que a Lei Geral de Telecomunicações precisa passar por uma revisão. E diz que a tramitação pode ocorrer de forma normal. "Este projeto é de interesse do governo. Como há um parecer do STF para que ele tramite no plenário, basta que o presidente Eunício Oliveira (PMDB-CE) o paute e entre em votação. Mas não Comissão de Ciência e Tecnologia, ele não irá tramitar", reforça. O problema é que Eunício de Oliveira já disse que não seria possível receber o projeto de volta para redistribuição. E mesmo Otto Alencar já disse que, em plenário, votará contra o projeto.

Nesta quarta-feira, a CCT devolveu o projeto para a Mesa Diretora do Senado, sob o argumento de que o STF já tinha se pronunciado sobre a votação em plenário. No entanto, por ordem do presidente, Eunício Oliveira, a Mesa Diretora da Casa indicou a devolução para a comissão. Porém recebeu a negativa, determinada pelo seu presidente Otto Alencar. "Este  parecer do STF está nas mãos do presidente Eunício. Ele, inclusive, pode fazer um acordo de  líderes e  aprovar o projeto no plenário na próxima semana, em regime de urgência", completou. Outra alternativa para tirar o texto da CCT é um requerimento de urgência, que levaria o PLC 79/2016 ao plenário.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor de telecomunicações, discutirá em 2018 os rumos da indústria depois do ciclo de sucesso completado com os 20 anos da privatização do sistema estatal de telecomunicações. A realidade da Internet das Coisas, a chegada da tecnologia de 5G, a necessidade um ambiente mais flexível e dinâmico para os investimentos essenciais a esta nossa etapa e um modelo preparado para o futuro são alguns dos desafios em debate, com presença dos presidentes das principais empresas prestadoras de serviços e provedoras de tecnologias, além de autoridades, reguladores e especialistas.
Em sua edição de número 62, o Painel TELEBRASIL 2018 ganha um dia a mais de debates, com mais espaço e oportunidades para a troca de informações, relacionamento e atualização, tanto para profissionais da indústria quanto para reguladores e formuladores de políticas, que têm acesso gratuito ao evento (mediante inscrição prévia). É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas neste novo ciclo.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
EVENTOS

Evento oficial da Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações, o Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor. É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top