OUTROS DESTAQUES
Loral corrige seu projeto técnico
quarta-feira, 10 de março de 1999 , 21h00 | POR REDAÇÃO

Para recorrer da decisão da Comissão de Licitação e "sanear as alegadas falhas ou insuficiências" encontradas na metodologia de execução de seu projeto, responsáveis por sua inabilitação, a Loral Skynet reformulou sua proposta: os 18 transponders de banda Ku (14,0 a 14,5 GHz e 11,7 a 12,2 GHz) que segundo o projeto técnico original estavam dedicados às Américas, foram realocados para o Brasil. Já os 12 transponders de banda Ku estendida, que estavam dedicados ao Brasil, além de 6 transponders da parte padrão, passaram a corresponder às Américas. Os outros parâmetros como largura de banda dos transponders, potência dos transmissores, saída dos amplificadores ou o cronograma de execução não foram alterados. Além disso, a Loral, para combater o argumento da Telesat pelo qual sanear a documentação não significa apresentar um novo projeto, afirmou que, de acordo com o edital, a metodologia de execução pode ser corrigida.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top