OUTROS DESTAQUES
Balanço financeiro
Nextel continua a apresentar queda nas receitas e aumenta prejuízo
quinta-feira, 09 de novembro de 2017 , 20h27

A Nextel Brasil registrou US$ 200,2 milhões em receitas de serviços no terceiro trimestre, uma queda de 21,71%. No acumulado de janeiro a setembro, a queda foi de 7,73%, total de US$ 663,7 milhões. Os dados foram divulgados pela controladora Nii Holdings nesta quinta-feira, 9.

A operadora brasileira ainda observou prejuízo operacional ajustado antes de depreciação e amortização (OIBDA) de US$ 30,7 milhões no trimestre (contra lucro operacional de US$ 23,6 milhões no período em 2016). Nos nove meses, o prejuízo operacional foi de US$ 152 milhões, contra lucro de US$ 51,6 milhões no ano anterior.

Em comunicado, o CFO da controladora, Dan Freiman, ressaltou que apesar do prejuízo OIBDA no trimestre, a companhia conseguiu limitar a queima do fluxo de caixa livre. Destacou ainda que as atualizações nos acordos de empréstimos com bancos brasileiros permitiram à companhia focar em executar o plano de negócios e levar a Nextel "de volta ao caminho do crescimento".

Controladora

Por sua vez, a Nii Holdings observou que a receita operacional caiu 21,47%, totalizando US$ 204,8 milhões no trimestre. No período de nove meses, o total foi de US$ 680,9 milhões, recuo de 7,56%.

O prejuízo líquido, por outro lado, foi reduzido. No trimestre, ficou em US$ 94,5 milhões (contra US$ 1,411 bilhão em 2016), enquanto no acumulado do ano foi de US$ 272 milhões (contra US$ 1,449 bilhão no ano anterior).

Vale ressaltar que na última terça-feira, 7, a AINMT pediu mais tempo para exercer a opção de investir os US$ 150 milhões adicionais na Nextel no Brasil, o que a tornaria acionista maioritária da operadora brasileira. No comunicado do balanço financeiro, a Nii afirmou que está atualmente discutindo os termos com o grupo norueguês.

Operacional

A base iDEN da Nextel caiu 53,26% em 12 meses, mas ainda eram 449,7 mil acessos em setembro. A companhia já está informando os clientes que irá desligar a tecnologia em 2018, o que indica que ela precisará promover a migração a um ritmo mais avançado.

A base 3G e 4G da operadora aumentou 3,62%, e agora totaliza 2,845 milhões de acessos. Em termos de adições líquidas, percebe-se que o ritmo de crescimento dessas tecnologias acontece em uma toada mais lenta do que a iDEN em desconexões – ou seja, há menos migração e maior churn na base. Isso fica evidente ao se mostrar que a empresa reduziu a base total em 11,13% em um ano, ficando com 3,295 milhões de acessos.

De acordo com a Nextel, houve 13,3 milhões de migrações de iDEN para WCDMA/LTE no trimestre, uma queda de 61,89%. O churn da empresa no iDEN é de 6,89% (aumento de 2,24 pontos percentuais), enquanto no serviço móvel pessoal é de 4,04% (avanço de 0,31 p.p.). No total, o churn é de 4,47%, aumento de 0,48 p.p. em relação a 2016. Com isso, caiu também a receita média por usuário: de US$ 21 para US$ 19.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor de telecomunicações, discutirá em 2018 os rumos da indústria depois do ciclo de sucesso completado com os 20 anos da privatização do sistema estatal de telecomunicações. A realidade da Internet das Coisas, a chegada da tecnologia de 5G, a necessidade um ambiente mais flexível e dinâmico para os investimentos essenciais a esta nossa etapa e um modelo preparado para o futuro são alguns dos desafios em debate, com presença dos presidentes das principais empresas prestadoras de serviços e provedoras de tecnologias, além de autoridades, reguladores e especialistas.
Em sua edição de número 62, o Painel TELEBRASIL 2018 ganha um dia a mais de debates, com mais espaço e oportunidades para a troca de informações, relacionamento e atualização, tanto para profissionais da indústria quanto para reguladores e formuladores de políticas, que têm acesso gratuito ao evento (mediante inscrição prévia). É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas neste novo ciclo.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
EVENTOS

Evento oficial da Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações, o Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor. É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top