OUTROS DESTAQUES
Planta analógica
terça-feira, 09 de março de 1999 , 19h35 | POR REDAÇÃO

Outro grave problema a ser enfrentado por suas operadoras, segundo Kaiser, é a substituição da planta analógica pela planta digital. "A digitalização é um processo irreversível. O equipamento analógico vai para o lixo. Não temos o que fazer com ele", disse o executivo. Kaiser admitiu, entretanto, que parte do equipamento analógico será ainda aproveitado em regiões com menor tráfego como pequenas cidades do interior de Minas e do Norte do País. A provisão da Telemig para a depreciação de sua planta analógica chegou, em 1998, a R$ 44,9 milhões. Para a Amazônia Celular, esta provisão foi de R$ 16,2 milhões. Segundo Kaiser, caso não fosse possível reaproveitar os equipamentos analógicos, essa provisão poderia chegar a R$ 60 milhões esse ano.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top