OUTROS DESTAQUES
Infraestrutura
TIM e AltaRede firmam acordo de swap de 5 mil km de fibra
sexta-feira, 09 de fevereiro de 2018 , 19h31

A provedora de capacidade AltaRede Corporate e a TIM assinaram acordo de swap de 5 mil km de fibra ótica apagada no eixo Rio-São Paulo. Segundo a provedora nesta sexta-feira, 9, a parceria permitirá fechar o anel de 103 km, aumentando participação no mercado paulista, especialmente pela "proteção" de trecho recém-construído no litoral norte do Estado. Também conseguirá se interligar com os principais data centers na capital São Paulo, unindo as redes do Estado com o backbone no Rio de Janeiro, passando a ter rede própria interligando também Minas Gerais até o Espírito Santo.

A AltaRede diz que o contrato com a TIM terá duração de 20 anos, e o anel interligará os data centers da capital paulsita com o trecho Rio de Janeiro/Juiz de Fora (MG). Por sua vez, a TIM utilizará as fibras apagadas da AltaRede no interior do Rio de Janeiro, em especial na região serrana, iluminando a rede de acordo com a necessidade.

Segundo a companhia, esse acordo permitirá também expandir a infraestrutura em "um processo de melhoria e capacitação do backbone, além de prover com mais qualidade os serviços para os pequenos e médios provedores regionais". A empresa espera ainda melhora para operadoras tanto para última milha (a AltaRede vende circuitos de atendimento do tipo para a TIM, incluindo em regiões além do Sudeste) em clientes residenciais quanto para o mercado corporativo.

A AltaRede conta com uma infraestrutura de 10 mil km de rede ótica interligando São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. A previsão é de chegar à Bahia no próximo semestre.

COMENTÁRIOS

2 Comentários

  1. LENILSON SCHUMACHER disse:

    Excelente negociação, com esse acordo o serviço em telecomunicações ganha uma grande ampliação e com isso gera uma grande oportunidade para outras grandes psr.

  2. RUDSON CABRAL disse:

    A TIM poderia melhorar em qualidade de rede no Nordeste em especial no RN. A rede por aqui é péssima, chamadas internet 4G que só existe na teoria. Para conseguir falar com alguém aqui utilizando a TIM é quase impossível, uma pena a quantidade de municípios atendidos pelas outras (claro, Oi e vivo) ser tão pouca. Ficamos presos a TIM somente por esse motivo.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top