OUTROS DESTAQUES
Satélites
Por 5G, Intelsat se torna membro da GSMA
quarta-feira, 09 de janeiro de 2019 , 15h18

A operadora de satélites Intelsat anunciou seu ingresso na GSMA, associação global que representa as operadoras e fabricantes da indústria móvel. Segundo a companhia, o principal objetivo do movimento é "fortalecer ainda mais a integração entre tecnologias satelitais e terrestres", acelerando assim a implantação do 5G.

"Com o 5G chegando ao mercado, devemos aproveitar os pontos fortes de várias tecnologias para satisfazer as demandas de conectividade de empresas e comunidades em todo o mundo", afirmou o vice-presidente e diretor-geral de redes da Intelsat, Philippe Gillet, em comunicado para a imprensa.

"Ao nos unirmos com a GSMA, continuaremos forjando novas relações de trabalho e desenvolvendo modelos de negócios que acelerem a expansão de redes móveis mais poderosas. Vamos colaborar ainda mais estreitamente com empresas em todo o ecossistema móvel e criaremos parcerias inovadoras que incorporem pontos fortes complementares das tecnologias terrestres e de satélite, criando redes híbridas que promovam a implantação econômica da conectividade móvel em todo o mundo", prosseguiu Gillet.

Sediada em Londres, a GSMA reúne cerca de 750 operadoras e mais de 350 fabricantes de aparelhos, empresas de software, fornecedores de equipamentos e empresas de internet, além de organizações de setores da indústria adjacentes.

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top