OUTROS DESTAQUES
TV por assinatura
Supremo considera Lei do SeAC constitucional; reserva para publicidade é derrubada
quarta-feira, 08 de novembro de 2017 , 12h53

O Supremo Tribunal Federal concluiu na manhã desta quarta, dia 8, o julgamento das ações de inconstitucionalidade contra a Lei 12.485/2011 (Lei do SeAC), e a maioria dos ministros considerou os principais artigos da lei constitucionais. Por exemplo, os artigos que prevêem cotas de contaúdo nacional ou os artigos que estabelecem regras de propriedade cruzada para impedir que empresas de telecom explorem o mercado de conteúdo e empresa de conteúdo façam a distribuição de serviços de telecomunicações. O único dispositivo derrubado da Lei do SeAC foi o artigo 25, que previa uma reserva de mercado para agências de publicidade estabelecidas no Brasil em relação à publicidade dos canais pagos. Votaram nesta quarta os ministros Dias Toffoli, Marco Aurélio e a ministra Carmen Lúcia.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top