OUTROS DESTAQUES
Fornecedores
Cisco lança plataforma de gestão de rede para o Brasil
quarta-feira, 08 de novembro de 2017 , 19h44

De olho no mercado brasileiro, a Cisco apresentou nesta quarta-feira, 8, sua atualização da plataforma de gestão de rede na nuvem Meraki que agora traz a dashboard em português. O produto, que conta com gestão de sistemas sem fio, segurança administração de mobilidade empresarial e circuito de câmaras de vigilância, veio com a aquisição da empresa homônima há cerca de cinco anos. E desde então, tem sido uma das plataformas usadas para negócios da fornecedora com governos, como a iniciativa de inclusão digital México Conectado e uma parceria com o governo argentino para conectar 25 mil escolas públicas com Wi-Fi, segurança e switches.

"Crescemos dez vezes em três anos em faturamento (do serviço)", declara o diretor de vendas da Cisco Meraki para a América Latina, Arturo Marin. A plataforma obteve um crescimento de 208% no ano fiscal de 2017 no mercado latino-americano, mas Marin lembra que muito desse avanço se deu por conta do contrato na Argentina. "Isso é um grande projeto que impactou no crescimento, mas (somente) nos outros, crescemos 88%", diz.

Pouco mais da metade (51%) dos produtos que a companhia vende na plataforma Meraki são de equipamentos e soluções wireless. Embora ainda seja maioria, o diretor explica que houve redução – antes o percentual era de 80%. Os produtos de switching representa 21%, e segurança é 24%. O setor público é o cliente em 50% do faturamento, com 39% para PMEs e 11% para corporativo.

O passo de incluir o idioma português após um ano do lançamento da versão espanhola (além de inglês e francês) tem como objetivo ampliar os negócios na América Latina. "Significa que 97% das línguas na região – e falo de linguagem, e não de dialetos – vão estar cobertas", afirma Marin. "Me atrevo a dizer que, se não for a única, é uma das poucas plataformas do mercado que está nos principais idiomas latino-americanos", adiciona o representante da Meraki, Francisco Ramirez. Ele explica que a intenção da Cisco é oferecer todo o ecossistema de suporte para o Brasil, mas que por enquanto o atendimento ainda fala em espanhol. "Para falar em português vamos ter que investir um pouco mais, mas são partes dos investimentos na companhia", completa.

* O jornalista viajou a Cancún a convite da Cisco Brasil.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top