OUTROS DESTAQUES
Infra-estrutura
Para Net, TV por IP é o futuro
quarta-feira, 08 de agosto de 2007 , 14h06 | POR HELTON POSSETI

O presidente da Net Serviços, Francisco Valim, não se sente ameaçado pela migração da tecnologia atual de transmissão de vídeo para uma baseada em IP, em que qualquer prestador de serviço poderá – pelo menos em termos técnicos – prestar serviços de TV por assinatura. ?Da mesma forma que a TV analógica está se tornando digital, no futuro a TV vai virar IP. Ganha quem acertar o timing do modelo de negócio. Quem apostar em IP puro agora vai ter dificuldade?, afirma.
Valim participou do Congresso ABTA, nesta quarta-feira, 8, em São Paulo. O presidente da Net dividiu a mesa com os presidentes da Sky, da Telefônica, da Globosat e Oi.
Para Luiz Eduardo Falco, presidente da Oi, o futuro das redes de TV por assinatura passa pelo retorno dos investimentos. "Hoje podemos começar uma rede do zero e colocar fibra óptica na casa do assinate. Fazemos isso em trial no Rio de Janeiro, e isso custa US$ 1 mil por casa coberta. E podemos adotar uma plataforma baseada em uma rede banda estreita, que é o par trançado, que carrega banda larga por ADSL graças a muito investimento e à eletrônica. Nesse caso, o investimento é de R$ 1 mil por assinante", disse, destacando que, portanto, atender o assinante com uma nova rede de fibras custaria o dobro. "Ou seja, esse assinante vai ter que gastar o dobro para valer a pena".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top