OUTROS DESTAQUES
Mercado
Serviços de comunicação ficam 1,65% mais baratos em março, vê IBGE
sexta-feira, 08 de abril de 2016 , 17h36

Os preços dos serviços de comunicação recuaram 1,65% em março, ante a alta de 0,66% em fevereiro. Nesse grupo, se destaca a queda de 2,71% no celular, em função da redução das tarifas de determinada operadora, enquanto o fixo ficou em 2,89% mais barato, com a redução em 22% nas tarifas das ligações de fixo para móvel. Já os preços de TV, som e informática avançaram 2,08%.

Os dados são da pesquisa do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgada nesta sexta-feira, 8, pelo IBGE. No mês de março, o índice apresentou variação de 0,43%, menos da metade da taxa de 0,90% de fevereiro. Desde 2012, com o IPCA de 0,21%, não havia registro de resultado mais baixo nos meses de março.

Considerando o primeiro trimestre do ano, o índice situa-se em 2,62%, percentual inferior aos 3,83% registrados em igual período de 2015. Na ótica dos últimos doze meses, a taxa desceu para 9,39%, abaixo dos 10,36% relativos aos doze meses imediatamente anteriores. Em março de 2015, o IPCA havia ficado em 1,32%, a maior taxa desde fevereiro de 2003 (1,57%).

IPC-S

A queda nos preços dos serviços de comunicação continuou em abril. De acordo com o Índice de Preço ao Consumidor Semanal (IPC-S), medido pela Fundação Getúlio Vargas, a variação nesse grupo caiu para 0,49% até ontem, dia 7 de abril. Na semana anterior, a taxa estava em 0,70%. O destaque ficou com a tarifa de telefone residencial (0,40% para -0,08%).

O IPC-S de 07 de abril apresentou variação de 0,48%, 0,02 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa registrada na última semana.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top