OUTROS DESTAQUES
Mercado
Grupo norueguês desiste de controlar a Nextel Brasil
quinta-feira, 08 de março de 2018 , 17h07

No final de fevereiro, a empresa norueguesa AINMT Holdings, agora chamada Ice Group, desistiu de seu investimento adicional na Nextel Brasil. A companhia emitiu comunicado ao mercado em 28 de fevereiro afirmando que decidiu não investir os US$ 150 milhões adicionais para avançar na participação na operadora brasileira, de 30% atuais para 60%, e assim desistindo de assumir o controle da empresa. E diz que não há penalidade, uma vez que a opção estava prevista no contrato original.

O Ice Group ressalta que permanecerá com seus 30% de participação na Nextel e que pretende continuar a atender a todas as obrigações do acordo com a Nii. E que continua com suas opções a respeito de investimentos na companhia brasileira, mantendo o apoio no turnaround dos negócios.

Segundo a companhia norueguesa, o acordo com a Nii previa a contribuição com o lançamento de fundos obtidos com a venda das operações no México por meio de uma conta de garantias (escrow) sem a emissão de ações. No entendimento do Ice Group, "esse requerimento sobrevive à terminação do acordo de investimentos", embora a Nii tenha notificado o Ice Group discordando dessa interpretação.

O acordo entre AINMT e Nii originalmente previa duas etapas: um primeiro investimento, de US$ 50 milhões, daria 30% de participação na Nextel Brasil e foi efetivado em julho do ano passado. A segunda etapa, com os US$ 150 milhões adicionais, estava previsto para novembro do ano passado (e obviamente não aconteceu) e deveria deixar para a Nextel um total de US$ 600 milhões em caixa, obtidos com o total investido pela norueguesa, US$ 100 milhões em caixa da Nextel e mais US$ 300 milhões da própria controladora atual, a Nii Holdings – divididos em US$ 200 milhões de caixa e mais US$ 100 milhões obtidos com a liberação da conta escrow referente à venda da Nextel México.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top