OUTROS DESTAQUES
Internacional
Na Suiça, leilão de espectro para 5G levanta US$ 379,2 milhões
sexta-feira, 08 de fevereiro de 2019 , 18h16

O leilão de frequências para o 5G realizado pela Suíça arrecadou 379,2 milhões de francos suíços (ou aproximadamente US$ 379,2 milhões), revelou nesta sexta-feira, 8, a comissão federal para comunicações (ComCom) do país europeu. As operadoras Salt, Sunrise e Swisscom se sagraram vencedoras do processo e devem explorar os ativos durante 15 anos.

Na ocasião, frequências adicionais nas faixas de 700 MHz, 1,4 GHz e 3,5 GHz foram arrematadas; ainda assim, cinco blocos de 5 MHz na frequência de 2,6 GHz e entre as faixas de 700 MHz e 1,4 GHz não foram vendidos. Entre as três compradoras, o maior investimento veio da Swisscom, com US$ 195,5 milhões. A Salt aportará US$ 94,49 milhões e a Sunrise, US$ 89,2 milhões. A britânica Dense Air chegou a se credenciar para o leilão, mas abandonou o processo antes da conclusão.

Em comunicado, a ComCom destacou que "o objetivo ao leiloar as frequências não era maximizar a receita do leilão, mas alocá-las de forma eficiente para garantir excelentes serviços de comunicações móveis para a Suíça". A título de comparação, o leilão italiano do 5G (finalizado em outubro passado) arrecadou aproximados 6,5 bilhões de euros, ou cerca de US$ 7,36 bilhões de dólares no câmbio atual. Países da região como a Alemanha devem realizar o processo ainda neste ano.

No Brasil, a possibilidade de um leilão com "viés arrecadatório" assusta o setor de telecomunicações local. Se depender do desejo das operadoras, contudo, a alocação de espectro para o 5G (que aqui deve começar pelas faixas de 3,5 GHz e 2,3 GHz) não ocorrerá neste ano.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top