OUTROS DESTAQUES
Agências reguladoras
Temer indica ex-conselheiro do CNJ para vaga no conselho da Anatel
sexta-feira, 06 de outubro de 2017 , 08h55

A Presidência da República encaminhou nesta sexta, 6, mensagem ao Senado Federal para a indicação do advogado Emmanoel Campelo Souza Pereira para a vaga de Igor de Freitas no conselho diretor da Anatel. Freitas deixa a agência dia 4 de novembro. Emmanoel Campelo teve sua indicação patrocinada pelo seu conterrâneo senador Garibaldi Alves (PMDB/RN). Emmanoel Campelo nasceu em 1981 no Rio Grande do Norte, se formou em direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, é mestre pela Católica de Brasília e atualmente faz doutorado pela PUC/SP.

Emmanoel Campelo foi integrante do Conselho Nacional de Justiça por dois mandatos, de 2012 a 2014 e de 2014 a 2016, e deu aulas de direito do trabalho e direito processual no IESB e IDP (Brasília), foi sócio do escritório Erick Pereira Advogados (irmão de Emmanoel) e foi assessor parlamentar na Câmara dos Deputados entre 2008 e 2011 na liderança do PMN. Conforme seu curriculo Lattes, escreveu livros e artigos sobre lavagem de dinheiro e mediação. Emmanoel Campelo é filho do ministro do TST, Emmanoel Pereira.

Polêmicas

Há duas passagens na biografia de Campelo que chamam especial atenção. A primeira é uma citação na Lava Jato em uma investigação que apontou 25 ligações telefônicas entre o advogado e o ex-ministro e deputado Henrique Eduardo Alves, preso na operação, sobre as quais Campelo justificou, à época, ao fato de ser representante da Câmara no CNJ.

Outra passagem, esta relacionada ao setor de telecomunicações, é o fato de Emmanoel Campelo ter sido indicado pelo juízo da Recuperação Judicial da Oi para compor o painel de mediação junto à Anatel. A indicação foi feita pelo administrador judicial à época, a PwC e o escritório Wald Advogados, e não pela Oi. Sabe-se que a Anatel não participou de qualquer mediação em juízo, preferindo contestar na Justiça sua inclusão como credora. Campelo será agora sabatinado pela Comissão de Infraestrutura do Senado.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top