OUTROS DESTAQUES
Decisão foi consensual
terça-feira, 06 de abril de 1999 , 17h03 | POR REDAÇÃO

A decisão dos conselheiros da Anatel foi unânime em relação ao assunto. Apenas dois conselheiros não votaram: Francisco Perrone, que está em viagem, e Tito Cerasoli, que se absteve por ter sido o superintendente de serviços públicos quando a Embratel reclamou, pela primeira vez, das posições da Telefônica sobre o assunto. Já naquela época, Cerasoli havia deliberado em favor da Embratel.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top