OUTROS DESTAQUES
Transmissão de dados é a menina dos olhos da Embratel
quarta-feira, 06 de Fevereiro de 2002 , 21h54 | POR REDAÇÃO

Enquanto a Embratel se esforça para não perder mais mercado em serviços de voz, o segmento de transmissão de dados da operadora continua registrando aumento de faturamento. Em 2001, a receita líquida foi de R$ 1,8 bilhão, o que representa um aumento de 13% em relação ao ano anterior. Segundo o vice-presidente de marketing da empresa, Eduardo Levy, a Embratel mantém estável seu market share nesse segmento apesar do acirramento da concorrência: "continuamos com pouco mais da metade do mercado". A participação dos serviços de dados na receita total da empresa prossegue crescendo, tendo alcançado a marca de 25% no quarto trimestre de 2001.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top