OUTROS DESTAQUES
P&D
Huawei inaugura laboratório de IoT em Sorocaba
quarta-feira, 05 de dezembro de 2018 , 18h54

[Publicado originalmente no Mobile Time] A Huawei inaugurou o seu primeiro laboratório dedicado à Internet das Coisas (IoT) no Estado de São Paulo nesta quarta-feira, 5. O IoT Innovation Center fica dentro do complexo da Flextronics, em Sorocaba, cidade a 87 km da capital paulista. Feito em parceria com o FIT – Instituto de Tecnologia, o espaço é aberto para empresas desenvolverem, certificarem e homologarem soluções de IoT, como explica Marcelo Yamamoto, diretor de estratégia e marketing de Internet das Coisas na Huawei.

"Neste laboratório é focado para integração e testes. O parceiro se inscreve em nosso site, e, uma vez aprovado, vem para cá, testa, gera relatório e certificado. Com isso, ele ganha espaço no nosso marketplace global de soluções de IoT", explicou Yamamoto, durante a apresentação do laboratório. "Esse marketplace serve para parceiros dentro e fora do Brasil conhecerem e até contratarem as soluções conectadas que foram certificadas pela Huawei".

Por sua vez, Carlos Ohde, diretor da FIT, explicou que a parceria com a Huawei pode beneficiar a Flextronics, uma vez que as unidades no complexo (fábrica da Flex, centro de distribuição e a empresa de logística reversa e reciclagem de dispositivos, a Sintronics) também precisarão de soluções de IoT que ajudem a dinamizar o seu cotidiano fabril.

Yamamoto afirmou que o espaço também estará aberto às operadoras, uma vez que eles são as grandes interessadas em desenvolver e comercializar soluções de IoT. Ainda de acordo com o executivo da companhia chinesa, alguns projetos podem receber o financiamento da Huawei, desde que tenham potencial de mercado e demanda por parte das operadoras.

Foco no PNIoT

Inicialmente, o laboratório foi desenvolvido com intuito de atender soluções das quatro vertentes do Plano Nacional de Internet das Coisas: Saúde, Agro, Indústria e Cidades Inteligentes. Os primeiros casos que serão desenvolvidos no laboratório são soluções de rastreamento automotivo e de monitoramento de pacientes acamados em hospitais, feitos pela Quanta Tecnologia.

"Seremos o primeiro projeto neste laboratório. A ideia da parceria é lançar produtos com conexão 4G CAT M1 e NB-IoT", disse Silvio Cirelli, diretor industrial da Quanta. "Não é um laboratório apenas para prova de conceito. Até metade do ano que vem já teremos produtos comerciais desenvolvidos neste laboratório".

Outras soluções a serem certificadas e homologadas no laboratório são: medidor inteligente de eletricidade com 4G, da chinesa Hexing, empresa que detém 60% do market share de smart meters no Brasil; e um sistema de iluminação inteligente desenvolvido pela HDA Iluminação no laboratório de cidades inteligentes da Huawei na PUC-RS, em Porto Alegre.

COMENTÁRIOS

1 Comentário

  1. Parabéns para a Huawei e Flex pela iniciativa , certamente será um marco no desenvolvimento de produtos para IoT

    Fazer o desenvolvimento de um produto em uma nova tecnologia próximo a um laboratório como o FIT que conhece o sistema da Anatel , certamente irá levar a uma redução de tempo sensivel até o produto final

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top