OUTROS DESTAQUES
Parceria com a Embratel
quarta-feira, 05 de maio de 1999 , 22h19 | POR REDAÇÃO

Conforme antecipou TELETIME News, a Loral confirma os entendimentos em curso com a Embratel para partilhar a posição orbital para a qual ambas têm agora autorização. De acordo com Umberto Celli, se os entendimentos prosperarem, o satélite será um único com capacidade para banda Ku, banda Ku estendida (autorização da Loral) e banda C (autorização da Embratel). Com isso, os custos seriam diminuídos significativamente. Apesar da concorrência que se estabelecerá na oferta dos serviços pelas duas empresas, Celli considera que o mercado é grande para todos. Parte da capacidade do satélite da Loral será oferecida no resto da América Latina e também nos Estados Unidos.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top