OUTROS DESTAQUES
Nova Oi
Oi volta a apresentar redução de caixa, mas aumenta investimentos em janeiro
quinta-feira, 05 de abril de 2018 , 19h07

Pelo terceiro mês seguido, a Oi voltou a apresentar redução de caixa. Segundo a demonstração da companhia no relatório executivo de janeiro elaborado pelo administrador judicial Escritório Arnoldo Wald e publicado na noite da quarta-feira, 4, a empresa registrou geração negativa de caixa operacional líquida em R$ 977 milhões no período. A quantia é maior do que a perda em dezembro, que foi de R$ 34 milhões, e do que a quantia de novembro, que foi de R$ 454 milhões.

O caixa negativo ocorreu em decorrência do aumento de R$ 679 milhões nos pagamentos, que totalizaram R$ 3,239 bilhões em janeiro, em decorrência do "maior dispêndio em aluguéis", e no aumento de repasses intercompany de SVA para a Oi Internet de valores da Oi, Telemar e Oi Móvel. Os recebimentos aumentaram R$ 100 milhões e totalizaram R$ 2,816 bilhões no período. Assim, o saldo final do caixa financeiro das recuperandas teve recuo de R$ 753 milhões no início deste ano (queda de 10,9%), totalizando R$ 6,128 bilhões.

Por outro lado, os investimentos da Oi atingiram patamar de R$ 554 milhões no primeiro mês do ano, um avanço de quase o triplo do registrado em dezembro, quando desembolsou R$ 190 milhões em Capex. De acordo com a empresa, esse aumento foi justificado pelo início do ciclo de aceleração de investimentos em linha com o Plano de Recuperação Judicial e "visando a estruturação e fortalecimento de suas operações".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top