OUTROS DESTAQUES
Satélite
Inmarsat lança serviço de coleta e análise de dados para transporte marítimo
terça-feira, 04 de setembro de 2018 , 17h14

A operadora satelital Inmarsat lançou nesta terça-feira, 4, o serviço de Internet das Coisas para que proprietários e operadores de navios possam acessar e analisar dados de bordo em tempo real. Batizada de Fleet Data e desenvolvida em parceria com a empresa Danelec Marine, a plataforma utiliza a infraestrutura de conectividade navio-terra de gravadores de dados de viagem (VDR, na sigla em inglês) com largura de banda dedicada para a digitalização da indústria marítima.

O programa faz o pré-processamento dos dados e upload para uma base na nuvem equipada com um painel de controle e interface para processamento de aplicações, permitindo a identificação rápida de problemas e falhas em equipamentos. Promete ainda conexão descomplicada a aplicação de terceiros para monitorar o desempenho e eficiência de consumo de combustível da embarcação.

Testes com o Fleet Data deverão ser finalizados neste mês a bordo de dois navios. As embarcações verificaram o desempenho por seis meses, transmitindo os dados coletados por meio de um software de otimização de combustível. Segundo a operadora, o serviço já está disponível nas plataformas de conectividade móvel global para embarcações Fleet Xpress e FleetBroadBand.

A Inmarsat afirma que a estratégia é atender a demanda da indústria de transporte marítimo. Segundo pesquisa da empresa, operadores e administradores de navios pretendem gastar em média US$ 2,5 milhões em soluções baseadas em IoT em três anos, reduzindo gastos em aproximadamente 14% nos próximos cinco anos com a utilização de serviços baseados em Internet das Coisas. Os dados mostram ainda que um maior "apetite marítimo" por soluções desse tipo poderia ser criado se aumentasse o volume de dados entregue e analisado em tempo real.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top