OUTROS DESTAQUES
Cadastro nacional de assinantes deverá ser feito por comitê
segunda-feira, 04 de Fevereiro de 2002 , 21h20 | POR REDAÇÃO

As operadoras fixas (locais e de longa distância) continuam a negociar a criação de um cadastro nacional de assinantes. As empresas já têm como certa a criação de um comitê (nos moldes semelhantes ao comitê gestor de roaming das operadoras celulares), com neutralidade e a participação de representantes de todas as operadoras envolvidas, para a elaboração e gerenciamento do futuro cadastro. Será contratada uma consultoria, mas apenas para a criação do banco de dados. Não faz parte dos planos a gestão terceirizada deste produto. As maiores interessadas atualmente são as operadoras de longa distância. Contudo, com a abertura do mercado, as locais também tenderão a se beneficiar deste banco de dados de acesso comum.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top