OUTROS DESTAQUES
Aptel cobra da Anatel velocidade na homologação de contratos
segunda-feira, 03 de dezembro de 2001 , 18h56 | POR REDAÇÃO

A Aptel (associação das empresas proprietárias de infra-estrutura de telecomunicações), que representa, entre outras coisas, os interesses de muitas concessionárias de energia em relação ao compartilhamento de postes, dutos e torres, declarou-se surpresa com a morosidade da Anatel em homologar contratos já assinados entre empresas de energia e prestadores de serviços de telecomunicações. "Existem hoje mais de 200 contratos assinados entre concessionárias e operadoras de telecom. Os termos são consensuais, as negociações foram feitas, não existe razão que justifique a Anatel não homologar nenhum desses contratos", declarou Pedro Jatobá, presidente da entidade. A Anatel homologou dois contratos até hoje: um entre a Celpe (Pernambuco) e a Telemar, com poste a R$ 1/mês, e outro entre a Celesc (Santa Catarina) e uma operadora de celular a R$ 4,50/poste/mês.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top