OUTROS DESTAQUES
CRISE DA OI
Conselheiros da Oi apresentam situação da empresa a Temer
terça-feira, 03 de outubro de 2017 , 18h20

Depois de audiência com o presidente Michel Temer nesta terça-feira, 3, integrantes do Conselho de Administração da Oi se mostraram confiantes em contar com o apoio do governo para superar os enormes desafios que a empresa, em recuperação judicial, tem pela frente. O principal problema da prestadora é negociar a dívida com a Anatel, na casa de R$ 11 bilhões.

A reivindicação da empresa é de que possa trocar parte dessa dívida por investimentos, mas não consegue o aval da Advocacia-Geral da União. Outro ponto é a aprovação do PLC 79/2016, que permite a migração das concessões para autorizações e permite destinar para investimentos em banda larga os saldos das obrigações de universalização, assim como os valores referentes aos bens reversíveis.

"Nos últimos anos, a Oi recebeu R$1 bilhão de multas por ano", reclamou o ex-ministro das Comunicações e conselheiro da concessionária, Hélio Costa, que representa os interesses da Société Mondiale, do grupo de Nelson Tanure. Segundo ele, é preciso encontrar uma forma de pagar essa dívida com a Anatel e com os bancos oficiais. No caso da agência, ele ressalta que a forma seria por meio da celebração de Termos de Ajustamento de Conduta (TACs), mas adianta que os investimentos necessários não podem ser feitos no prazo de quatro anos.

Costa disse que está confiante de que no dia 23 de outubro, data da assembleia dos credores, essa questão da dívida com a agência reguladora pode estar equacionada. Já José Mauro Mettrau, presidente do conselho, disse que não foi apresentado um plano para o presidente. "Nós tratamos questões setoriais em andamento, que são super-relevantes não só para a Oi como para as demais empresas do setor", disse, numa referência ao PLC 79/2016.

Fontes que participaram da audiência disseram que Temer prometeu falar com o presidente do Senado, Eunício Oliveira, para que entre em entendimento com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o andamento do projeto. Pediu ainda ao ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, – que também participou da audiência -, que estude uma solução para a dívida da Oi com a Anatel. Porém, nada de concreto foi acertado.

O empresário Nelson Tanure, também do Conselho de Administração da prestadora, participou da audiência. Bem como vários deputados, entre eles André Moura (PSC-CE), líder do governo no Congresso; Baleia Rossi (PMDB-SP), líder do PMDB na Câmara; Tenente Lúcio (PSB-MG); Ricardo Izar (PP-SP); Luiz Lauro Filho (PSB-SP); Simone Morgado (PMDB-PA) e Rogério Rosso (PSD-DF).

COMENTÁRIOS

1 Comentário

  1. Erick disse:

    A Oi precisa do PLC 79 e de um novo investidor, quem sabe um chines…
    Sou Oi Pos e Oi banda larga em casa. Espero que a Oi encontre uma solucao ja que ela tem a maior cobertura nas pequenas cidades do Norte e Centro Oeste.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top