OUTROS DESTAQUES
Disputa entre sócios
Previ tenta impugnar novo presidente da BrT Participações
quarta-feira, 03 de setembro de 2003 , 20h18 | POR SAMUEL POSSEBON

A briga entre Opportunity e Previ ganhou mais um pouco de combustível. A fundação do Banco do Brasil está, agora, pedindo a impugnação do nome de Humberto José Rocha Braz para a presidência da Brasil Telecom Participações. A disputa ainda está no nível administrativo, ou seja, dentro dos trâmites estatutários, mas pode chegar à Justiça. Braz foi nomeado para o cargo no último dia 29 de agosto, após reunião do Conselho de Acionistas. Para a Previ, que é acionista da Brasil Telecom, o argumento para a impugnação é que o nome não foi submetido com a devida antecedência para a apreciação. Além disso, diz a fundação, o executivo não conta com a devida experiência na área de telecomunicações para presidir uma companhia do porte da Brasil Telecom Participações S.A. (BTP), que é a holding controladora da Brasil Telecom S.A. (operadora). Diz ainda a Previ que Humberto Rocha Braz não pode ser presidente da BTP porque ocupa cargo de diretor de relações institucionais da operadora.
O Opportunity, segundo documentos a que este noticiário teve acesso, alega que o executivo não precisa ter experiência na área de telecomunicações já que a BTP não é a operadora. Diz também que Humberto Braz é diretor de relações institucionais da própria BTP, e não da operadora, o que não inviabiliza o acúmulo de cargos.
Humberto Rocha Braz desempenhará, na Brasil Telecom Participações S.A., as funções que Carla Cico desempenha na Brasil Telecom S.A. Isso, é claro, se a Previ não conseguir impugnar a nomeação.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
[events_list country="pt-br" date_format="F" limit="1" category="18346"]
#_EVENTEXCERPT
#j de #F #@_{ \a j \d\e F }
#_LOCATIONNAME, #_LOCATIONSTATE, #_LOCATIONCOUNTRY
[/events_list]
Top